Defesa de Flávio Bolsonaro pedirá arquivamento e diz que Queiroz não trará ‘nenhuma novidade’ ao caso

0
44

s entender que movimentação financeira atípica não é sinônimo de ilícito, não é crime. Qualquer cidadão brasileiro pode, a qualquer momento, ter em suas contas uma movimentação financeira. Qualquer cidadão brasileiro pode, a qualquer momento, ter em suas contas uma movimentação financeira que seja considerada atípica. Se você vende um imóvel e recebe um valor na sua conta, aquilo pode ser considerado atípico.

Ou seja, uma movimentação bancária atípica nada tem a ver com crime. E por tudo que foi apurado pela imprensa e até pelo Ministério Público do Rio, o que tanto se falou dessa pessoa que se chama Fabrício Queiroz, é uma movimentação, na verdade, de R$ 600 mil, pouco menos de R$ 600 mil e ele já explicou.

A origem desses recursos é o salário de toda sua família, que era depositado em sua conta junto do seu próprio salário e sua aposentadoria da Polícia Militar. Então, existe origem e origem lícita dos recursos que totalizaram os R$ 600 mil. Porém, o Coaf computa a entrada e a saída, totalizando R$ 1,2 milhão. Então, se fez muito carnaval, uma verdadeira tempestade num copo d água com a pauta desse valor, mas ninguém se questionou e as autoridades não tiveram interesse na assessora do parlamentar, número 1 desta lista, que movimentou, no mesmo período de Fabrício Queiroz, R$ 50 milhões. Devemos lembrar que são mais de 26 parlamentares que estavam sendo investigados e que tiveram a suposta movimentação financeira atípica detectada em suas contas. O Fabrício estava em último ou penúltimo lugar de menor valor movimentado.

E todos os demais que tiveram uma verdadeira fortuna movimentada ninguém falou. Desses parlamentares, não vazou qualquer material à imprensa e me parece que não foi dado o mesmo tratamento e o mesmo rigor de investigação. Tudo foi direcionado contra o Flávio Bolsonaro.

Blog: Quais os próximos passos da estratégia jurídica de Flávio?

WassefVamos aguardar a decisão do plenário do Supremo Tribunal Federal. Confiamos na Justiça e acreditamos que a lei será cumprida e o direito constitucional de todo brasileiro será preservado.

Lembrando que a proteção do direito constitucional de toda a população jamais será impeditiva para qualquer investigação criminal. A decisão do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, jamais prejudicou ou prejudicará qualquer investigação em curso. Isso é uma mentira que está sendo propagada pelo outro lado, e é uma versão que não corresponde à verdade real.

Aguardando esta decisão, o próximo passo será comunicar nos autos do HC [habeas corpus] no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para que cesse e seja arquivado aquele procedimento do Ministério Público, uma vez que começou de forma ilegal e são nulos todos os procedimentos desde o primeiro momento.

Blog: Isso depois da decisão em plenário do Supremo?

WassefIsso depois da decisão do plenário do Supremo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here